Nossas Origens - Família Soares - De Castilla-La Mancha para o Brasil! Venha conosco conhecer esta história...

Ir para o conteúdo

Menu principal

Nossas Origens

Raízes

Nossas Origens


Nesta página você encontrará um resumo sobre nossas origens, ou seja, resumos mostrando as famílias de nossos pais, avós, bisavós e trisavós, bem como os nomes das regiões, províncias e cidades de origem de nossos antepassados. Procuramos dar maior ênfase em nossas pesquisas até nossos bisavós, porém, estamos deixando registradas também as informações adquiridas referentes aos nossos trisavós.

As cidades de nossos antepassados


As Províncias e Regiões de Origem de Nossos Antepassados


As famílias de nossos antepassados italianos são originárias das Províncias de Venezia e Rovigo, localizadas na Região do Veneto (norte da Itália), da Província de Trento, localizada na Região do Trentino-Alto Adige (norte da Itália) e da Região de Friuli Venezia Giulia (norte da Itália), de onde partiram para trabalhar nas fazendas do interior do Estado de São Paulo. As principais razões da imigração par o Brasil foram a situação crítica dos camponeses (pobreza presente nos campos) após a unificação da Itália e a propaganda que os aliciadores de mão-de-obra faziam do Brasil. Os fazendeiros paulistas precisavam de braços para cuidar do café após a abolição dos escravos (em 13/05/1888 foi sancionada a Lei Áurea pela Princesa Isabel, cujo nome completo era Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bourbon Bragança e Orléans) e tinham preferência pelos italianos oriundos da Região do Veneto, por serem agricultores e imigrarem acompanhados da família.

Com relação as famílias de nossos antepassados espanhóis, as mesmas são originárias da Província de Toledo, localizada na Região de Castilla-La Mancha (centro da Espanha), de onde partiram para também trabalhar nas fazendas do interior do Estado de São Paulo. As principais razões da imigração para o Brasil foram a situação crítica dos camponeses (pobreza presente nos campos), as pretensões coloniais espanholas e o recrutamento militar obrigatório, fatores estes que estimulavam os homens jovens a saírem do país, uma vez que era necessário pagar uma alta taxa para se desobrigar do serviço militar, a qual os camponeses pobres não conseguiam pagar. Sendo a maioria dos camponeses analfabetos e sem qualificação para o trabalho fabril nos centros urbanos espanhóis, restava a esses indivíduos procurar uma nova vida na América. Clique sobre os mapas abaixo para verificar as províncias que compõe cada região.


Veneto


Trentino-Alto Adige


Friuli Venezia Giulia


Castilla-La Mancha



As Cidades de Origem de Nossos Antepassados



Ascendentes Italianos



Famílias Soncin e Bragatto

Nossos antepassados integrantes da família Soncin que imigraram para o Brasil, bem como nossa trisavó materna integrante da família Bragatto (provavelmente não imigrou para o Brasil, pois já seria falecida na ocasião da imigração), nasceram e residiam na cidade de Caorle, localizada na Província de Venezia, Região do Vêneto.

.: Caorle - A superfície de seu território compreende aproximadamente 154 km², estando a uma altitude de 1 metro em relação ao nível do mar. A cidade está distante 77 km de Venezia, 182 km de Verona, 64 km de Treviso, 100 km de Padova e desenvolveu-se compreendida na região localizada entre a foz dos rios Livenza e Lemene, voltada para o Mar Adriático a nordeste da Lagoa de Veneza, entre as cidades (estâncias turísticas) de Eraclea e Bibione. Caorle limita-se com as cidades de Concordia Sagittaria, Eraclea, Portogruaro, San Michele al Tagliamento, San Stino di Livenza e Torre di Mosto. A população do município está em torno de 11.631 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Brussa, San Giorgio di Livenza, Cà Corniani, Cà Cottoni, Castello di Brussa, Duna Verde, Marango, Ottava Presa, Porto Santa Margherita, San Gaetano e Sansonessa. Lugares para se visitar em Caorle: Catedral de Santo Stefano, Museu Liturgico, Centro Histórico, Doca do Relógio, entre outros.


Famílias Facchini e Zanei

Nosso trisavô materno integrante da família Facchini que imigrou para o Brasil, nasceu e residia na cidade de Roncegno Terme, localizada na Província de Trento, Região do Trentino-Alto Adige. Nossa trisavó materna integrante da família Zanei que imigrou para o Brasil, nasceu no Distrito (Frazione) de Buss, na cidade de Pergine Valsugana, localizada na Província de Trento, Região do Trentino-Alto Adige e residia na cidade de Roncegno Terme. Até o presente momento não conseguimos descobrir qual a cidade de origem de nossa bisavó materna integrante da família Facchini. Segundo informações obtidas junto a familiares, acreditamos que possa ser uma cidade localizada na Província de Trento, Região do Trentino-Alto Adige.

.: Roncegno Terme - A superfície de seu território compreende aproximadamente 38 km², estando a uma altitude de 535 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 21 km de Pergine Valsugana, 32 km de Trento, 133 km de Verona, 103 km de Treviso, 137 km de Venezia e desenvolveu-se compreendida na região da bacia hidrográfica do rio Brenta-Bacchiglione, localizada entre o Monte Fravort e o Monte Cima Dodici, caracterizando-se pelas altas variações de altitude. Roncegno Terme limita-se com as cidades de Borgo Valsugana, Fierozzo, Frassilongo, Novaledo, Ronchi Valsugana e Torcegno. A população do município está em torno de 2.879 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Marter, Monte di Mezzo e Santa Brigida. Lugares para se visitar em Roncegno Terme: Paróquia Santi Pietro e Paolo, Museu dos Instrumentos Musicais Populares, Mulino Angeli, entre outros.

.: Pergine Valsugana - A superfície de seu território compreende aproximadamente 54 km², estando a uma altitude de 482 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 21 km de Roncegno Terme, 12 km de Trento, 113 km de Verona, 123 km de Treviso, 157 km de Venezia e desenvolveu-se compreendida na região ao pé da colina Tegazzo, localizada entre o Monte Marzola, Monte Celva, Monte Vigolana (Becco di Filadonna), Monte Panarotta e Monte Orno. Pergine Valsugana limita-se com as cidades de Baselga di Piné, Calceranica al Lago, Caldonazzo, Civezzano, Fornace, Frassilongo, Levico Terme, Novaledo, Sant'Orsola Terme, Tenna, Trento, Vignola-Falesina, Altopiano della Vigolana. A população do município está em torno de 21.433 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Brazzaniga, Buss, Canale, Canezza, Canzolino, Casalino, Costasavina, Ischia, Madrano, Masetti, Nogarè, Roncogno, San Cristoforo al Lago, Santa Caterina, San Vito, Serso, Susà, Valcanover, Viarago, Vigalzano, Zivignago. Lugares para se visitar em Pergine Valsugana: Castelo Pergine, Igreja dos Padres Franciscanos, entre outros.


Famílias Greguoldo e Milan

Nossos antepassados integrantes das famílias Greguoldo e Milan que imigraram para o Brasil, nasceram e residiam nas cidades de Contarina e Donada que hoje formam a atual cidade de Porto Viro, localizada na Província de Rovigo, Região do Vêneto. Tanto nosso trisavô materno como nosso bisavô materno integrantes da família Greguoldo, nasceram na cidade de Contarina. Nossa trisavó materna integrante da família Milan, nasceu na cidade de Donada.


.: Porto Viro - A superfície de seu território compreende aproximadamente 134 km², estando a uma altitude de 2 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 127 km de Verona, 37 km de Rovigo, 64 km de Ferrara, 64 km de Padova, 103 km de Vicenza, 130 km de Mantova, 93 km de Treviso e foi estabelecida pela primeira vez durante o regime fascista em 1928, sob o nome de Taglio di Porto Viro, sendo que se desfez em 1937. Em 1995 o município foi reconstituído após um referendo, combinando os municípios de Donada e Contarina. Seu território está localizado no delta do rio Po, sendo que parte dele está abaixo do nível do mar e inclui várias praias, campos férteis (em função de sua natureza aluvial), vales pantanosos e lagoas. Porto Viro limita-se com as cidades de Loreo, Porto Tolle, Rosolina e Taglio di Po. A população do município está em torno de 14.494 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Barchessa Ravagnan, Cà Cappellino, Cà Cappello, Cà Giustinian, Cà Pisani, Contarina, Donada, Livetti, Mea, Porto Levante, San Giusto, Scanarello, Veniera e Villaregia. Lugares para se visitar em Porto Viro: Museu do Mel de Cà Cappellino, Museu dos Camponeses (Museo della Corte), entre outros.


Família Gratton

Até o presente momento não conseguimos descobrir qual a cidade de origem de nosso trisavô materno integrante da família Gratton. Segundo informações obtidas junto a familiares, acreditamos que possa ser uma cidade localizada na Região de Friuli Venezia Giulia.

Solicitamos à todos que lerem esta página e que saibam o local de origem de algum
integrante da família acima ou mesmo o local de origem de integrantes de outros ramos da referida família, que entrem em contato conosco para podermos atualizar as informações aqui contidas.


Família Polez

Até o presente momento não conseguimos descobrir qual a cidade de origem de nosso trisavó materna integrante da família Polez. Segundo informações obtidas junto a familiares, acreditamos que possa ser uma cidade localizada na Região de Friuli Venezia Giulia.

Solicitamos à todos que lerem esta página e que saibam o local de origem de algum integrante da família acima ou mesmo o local de origem de integrantes de outros ramos da referida família, que entrem em contato conosco para podermos atualizar as informações aqui contidas.





Ascendentes Espanh
óis


Famílias Sanchez, Juarez, Gomez e Lopez

Nossos antepassados integrantes das famílias Sanchez, Juarez, Gomez e Lopez que imigraram para o Brasil, nasceram e residiam na cidade de Mohedas de la Jara, localizada na Província de Toledo, Região de Castilla-La Mancha.

.: Mohedas de la Jara - A superfície de seu território compreende aproximadamente 61 km², estando a uma altitude de 644 metros em relação ao nível do mar, sendo que o mesmo está situado em uma planície ao pé de uma alta cadeia montanhosa que o cerca do sul para o oeste. A cidade está distante 60 km de Talavera de la Reina, 158 km de Toledo e 197 km de Madrid. Mohedas de la Jara limita-se com as cidades de Villar Del Pedroso, Carrascalejo (ambas localizadas na Província de Cáceres, Região de Extremadura), Aldeanueva de San Bartolomé, El Campillo de la Jara e Puerto de San Vicente. A população do município está em torno de 436 habitantes. Lugares para se visitar em Mohedas de la Jara: Igreja Paroquial de San Sebastián Mártir, Capela Nuestra Senõra Del Prado, Ponte de Cubilar, Museu da Guerra Civil, entre outros.





Ascendentes Brasileiros



Famílias Soares (Sanchez), Santos, Nunes, Conceição, Soncin, Gregorio (Greguoldo) e Gratton

Nossos ascendentes diretos (pais, avós paternos/maternos e bisavós paternos/maternos) integrantes das famílias Soares (Sanchez), Santos, Soncin, Gregorio (Greguoldo) e Gratton que nasceram no Brasil, são provenientes das cidades de Dourado, Echaporã e Tabatinga, todas localizadas no Estado de São Paulo.
Até o presente momento não conseguimos descobrir qual a cidade de origem de nossos ascendentes integrantes das famílias Nunes e Conceição.

.: Dourado - O município localiza-se em uma região com forte vocação turística em função de sua beleza natural, propiciando a prática de esportes radicais (rapel, bóia cross, arborismo, tirolesa, rafting, mountain bike, entre outros). Destaca-se também pela imponência de seus casarões construídos no final do século XIX e por sua paisagem rural rodeada por vales, colinas e pelas florestas que recheiam o relevo, resistindo à monocultura de cana-de-açúcar. A cidade foi fundada em 1897 e seu gentílico é douradense. A superfície do território de Dourado compreende aproximadamente 205,874 km², estando a uma altitude de 706 m em relação ao nível do mar. A cidade está distante 284 km da cidade de São Paulo. Dourado limita-se com as cidades de Boa Esperança do Sul, Bocaina, Ribeirão Bonito, Brotas, Trabiju, Dois Córregos e Jaú. A população do município está em torno de 8.903 habitantes (base IBGE 2016). Em Dourado encontra-se o obelisco do centro geométrico do Estado de São Paulo, localizado na confluência da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255) com a Rodovia Luís Augusto de Oliveira (SP-215).

.: Echaporã - O município possui como atividade principal a agropecuária e está se destacando no cenário turístico do interior paulista, com seus vales e cachoeiras, apresentando um elevado potencial para receber visitantes, com significativo crescimento do fluxo de turistas nos últimos anos. A cidade foi fundada em 30 de novembro de 1938 e seu gentílico é echaporense. A superfície do território de Echaporã compreende aproximadamente 515,258 km², estando a uma altitude de 700 m em relação ao nível do mar. A cidade está distante 464 km da cidade de São Paulo. Echaporã limita-se com as cidades de Oriente, Oscar Bressane, Marília, Campos Novos Paulista, Platina, Assis e Lutécia. A população do município está em torno de 6.281 habitantes (base IBGE 2016).

.: Tabatinga - Devido ao intenso cultivo da laranja, o município já possuiu a alcunha de "Princesinha da Laranja", porém hoje é considerada a capital brasileira dos bichos de pelúcia. Tabatinga é um termo derivado do tupi “tobatinga”, que significa barreira branca, barro branco como cal. A cidade foi fundada em 1896 e seu gentílico é tabatinguense. A superfície do território de Tabatinga compreende aproximadamente 368,604 km², estando a uma altitude de 509 m em relação ao nível do mar. A cidade está distante 333 km da cidade de São Paulo. Tabatinga limita-se com as cidades de Nova Europa, Itápolis, Ibitinga, Boa Esperança do Sul. A população do município está em torno de 16.021 habitantes (base IBGE 2016).





Nossa Cidade Natal



Família Soares


Somos todos provenientes da cidade de Jundiaí, localizada no Estado de São Paulo, nossa terra natal.


.: Jundiaí - Município localizado próximo da capital do estado, é um dos mais importantes do Estado de São Paulo e conhecido como “Terra da Uva”. Jundiaí é uma das maiores cidades paulistas, sendo a 59° maior do Brasil, superando quatro capitais estaduais. A cidade foi fundada em 14 de dezembro de 1655, seu gentílico é jundiaiense e seu lema "Etiam Per Me Brasilia Magna" (Também Graças a Mim o Brasil Tornou-se Grande). O nome do município tem origem tupi e vem da palavra “jundiá”, que significa bagre e “y” significa rio. Alguns estudiosos também consideram o termo “yundiaí” como alagadiços de muita folhagem e galhos secos. A superfície do território de Jundiaí compreende aproximadamente 431,207 km², estando a uma altitude de 762 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 57 Km da cidade de São Paulo. Jundiaí limita-se com as cidades de Louveira, Itatiba, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Jarinu, Itupeva, Cabreúva, Cajamar, Franco da Rocha e Pirapora do Bom Jesus. A população do município está em torno de 405.740 habitantes (base IBGE 2016). Em Jundiaí encontra-se a Serra do Japi, considerada patrimônio natural brasileiro e declarada pela UNESCO em 1992, como Reserva da Biosfera, e que guarda em si, além de uma fauna e flora extremamente importante, rica e variada, a segunda maior diversidade de borboletas do planeta.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal